Pedras do Mês


 

Naturais e resultantes de processos geológicos complexos tornaram-se objecto de desejo, de riqueza e valor intemporal, constituindo-se desde há muito como elemento principal e de destaque no fabrico de Jóias. Com o intuito de fazer ressaltar as suas melhores qualidades, nas mãos de um perito, são lapidadas segundo formatos diversos fazendo ressaltar da melhor forma as suas distintas tonalidades. Dentro da mesma categoria assumem ora tonalidades diversas dentro do mesmo tom ora até cores completamente díspares. Atribuem-lhes energias e simbologia diferentes que a vão fazer apaixonar e querer todas.

 

Enquanto sonha, saiba qual a pedra que está atribuída ao seu mês.

 


Pedra do mês de Janeiro - Granada

Granada
Granada

Apesar de ser encontrada, principalmente, na coloração rúbia é uma pedra que pode possuir outras tonalidades, tais como o vermelho, amarelo, castanho, preto, verde, ou incolor.  

 

As Granadas são pedras de pureza, verdade, lealdade e constância na amizade. A ela se atribui ainda também o poder de fidelidade e simpatia, detendo o poder de ajudar as pessoas a obter sucesso, fama e popularidade, além de proporcionar protecção e despertar a consciência espiritual.

 

Consideradas, segundo algumas lendas, a “pedra de luz”, é uma que pedra representa o fogo sendo, até hoje, relacionada ao fortalecimento do coração e ao sangue humano. Também talvez pela sua cor, é considerada a guardiã do amor e da paixão e compaixão, sendo, assim, também reconhecida como estimulante do desejo sexual. 

 

Pode ser encontrada em países como Brasil, Índia e África do Sul, 

 


Pedra do mês de Fevereiro - Ametista

Ametista
Ametista

 

Pela facilidade em ser encontrada, a pedra Ametista é considerada semi-preciosa. Conhecida pela sua coloração púrpura, adquire tonalidades que variam entre o lilás claro e o roxo profundo.

 

Foi desde cedo uma pedra associada e usada pela realeza, defendendo-se que representava o sangue real.

 

É considerada como fonte de poder psíquico, contemplativo, seriedade e sinceridade ao seu possuidor. Foram estas as razões que a levaram a ser muito usada como ornamento em igrejas católicas durante a Idade Média por se acreditar que estas eram as características que incentivavam ao celibato. Também tem forte aparição na cultura oriental, utilizada sobre o “terceiro olho”, a fim de exercer força positiva.

  

É a pedra oficial do curso de Letras, normalmente utilizada em anéis de formatura, simbolizando o esclarecimento. 


Pedra do mês de Março - Água Marinha

Água Marinha
Água Marinha

 

A sua cor varia do azul-claro ao azul médio.

 

Associada a lendas que a davam como o tesouro das Sereias, eram tidas como protectoras dos antigos navios que cruzavam os mares, acreditando-se que a Água-Marinha, possuía poderes calmantes e de inspiração. Esta virtude é realçada sobretudo entre casais, defendendo-se que proporcionam protecção contra o mal.

 

A imersão em água é dada como fortalecendo o seu poder.

 


Pedra do mês de Abril - Esmeralda

Esmeralda
Esmeralda

 

Falar desta pedra é falar de coloração em tons de verde, mesmo que seja raro conseguirem-se encontrar num tom de verde escuro eternamente procurado e com elevado grau de perfeição.

 

Foi uma das pedras preferidas da rainha egípcia Cleópatra e dos romanos, estes para expressarem sua devoção à deusa do amor e da beleza, Vénus. Essa adoração acabou por preponderar no tempo sendo uma das principais eleitas a marcarem presença nas jóias das grandes celebridades, .

  

São-lhes atribuídas as capacidades de potenciarem ideias criativas durante os sonhos, acreditando-se que transmitam paciência para quem as usa e que ajudem na meditação.

 


Pedra do mês de Maio - Diamante

Diamante
Diamante

 

Apesar de quase sempre associado à cor branca é uma pedra que apresenta colorações que se estendem ao azul, rosa, amarelo ou verde.

 

Resultado da sua pureza e valor, é considerada a mais pura das pedras preciosas e por isso apelidada de “rainha das gemas” já que entre elas se contam as pedras mais caras no mundo.

 

Elevada em lendas, a lágrimas dos deuses, são-lhe atribuídas virtudes relacionadas com a eternidade do amor, a cura de maleitas e a longevidade.

  


Pedra do mês de Junho - Alexandrita e Pérolas

Alexandrita

 

Alexandrita é uma pedra verde, uma espécie de Crisoberilo, que foi descoberta na URSS no início do século XIX. Fora da Rússia, é encontrada no Brasil e no Sri Lanka. 

Ela tem uma qualidade fora do comum: sendo uma pedra verde escura brilha como uma pedra vermelha sob luz artificial.

A Alexandrita é dada como benéfica para o sistema nervoso, para o baço e os testículos. Mas a habilidade que ressalta é sua capacidade regeneradora, tanto no plano físico, quanto no mental. Auxilia o seu portador à regeneração do auto-respeito e ao reequilibrio da sua tranquilidade com menos esforço físico e mental. 

 

Pérolas

 

As ostras, em resultado do seu mecanismo de defesa natural,  têm a capacidade de cobrir o corpo de qualquer micro-organismo ou pequeno objecto intruso, dando lugar à formação de um dos elementos que, ao longo do tempo, se transformaram numa das mais desejadas jóias - as pérolas.

 

Falar de pérolas é falar sempre de associação a pureza, a castidade e a equilíbrio emocional, virtudes também capazes de promover a felicidade conjugal e evitarem tristezas entre os recém-casados, tornando os casamento duradouros.  É-lhes atribuída também a capacidade de ajudar a acalmar o nervosismo e a ansiedade. A tais virtudes se atribui o facto de, durante tantos anos, quando se falava em adquirir um anel de noivado se falar numa jóia que deveria incluir uma pérola. 

  


Pedra do mês de Julho - Rubi

Rubi
Rubi

 

Falar de Rubi é falar em tom vermelho, sendo que o mais ambicionado e também o mais caro é o de tom mais escuro. Como alguém diria com “um fogo eterno a arder dentro da gema”, fazendo jus a algumas lendas que defendiam a existência de uma chama interna dentro da pedra que lhe garantia o seu carácter sagrado.

 

Acreditou-se, inclusive, que a pedra poderia estancar sangramentos, proteger os seus donos das desgraças mundanas e trazer-lhes harmonia, amor, beleza e sucesso. Ainda de acordo com a crença popular, são portadores de felicidade, sabedoria e saúde para quem os usa, assim como mantêm o equilíbrio no amor e em todos os esforços espirituais.

 


Pedra do mês de Agosto - Peridot

Peridoto
Peridoto

 

Com um tom de verde idêntico ao da foto e que se mantém muito regular entre as pedras lapidadas, esta gema de origem vulcânica é considerada frágil e delicada às mudanças do ambiente e elementos químicos. 

 

Atribui-se-lhe o poder de abençoar quem a usa com sucesso, paz e boa sorte. Proporciona  também força e vitalidade física, bem como, o dom de ajudar a criar uma atitude positiva e a aliviar o medo espiritual. Esta bonita pedra cor de lima representa também paz, felicidade e boa sorte e pode ser utilizada para reduzir sentimentos de stress e fúria.

 

Existem, na história egípcia, relatos de alguma controvérsia sobre esta pedra, pois enquanto alguns afirmam que Cleópatra utilizava esmeraldas, outros dizem que seriam peridotos. Mais tarde acabariam por ser mais disseminadas, principalmente, pelas Cruzadas da Idade Média, grandes responsáveis pelo aumento do comércio entre as terras do Mediterrâneo e o Velho Mundo.

  


Pedra do mês de Setembro - Safira

Safira
Safira

 

Quando a cor não é especificada, o termo safira é quase sempre associado à variedade azul, mas uma pedra bastante popular que pode ser encontrada em diversas cores, excepção feita para o vermelho. Esta associação vem do facto de as safiras cor-de-rosa, amarelas, verdes, brancas e multi-coloridas serem frequentemente menos valorizadas do que a variedade azul de mesma qualidade e tamanho. Excepção feita para uma fantástica safira cor-de-rosa/alaranjada, designada por Padparacha que é bastante rara e altamente valiosa. Há também safiras que mudam de cor, apresentando uma cor azul sob a luz do sol e uma cor púrpura sob a luz artificial. Esta variedade de cores deve-se às impurezas na safira. 

 

É considerada como uma pedra de grande durabilidade. O seu uso é aconselhado pois por lhe ser atribuída o dom de proporcionar o alivio da dor, das tensões quotidianas, o equilíbrio entre a mente e o espírito, e fonte de tranquilidade e paz interior. É conhecida como jóia do céu ou jóia divina, simbolizando a sinceridade e a fidelidade.

 

A de cor azul é uma das eleitas pela realeza e pelo jet set internacional, tendo sido ainda mais popularizada ao ser a eleita como pedra central do anel de noivado da Princesa Diana e mais tarde também no da princesa Kate Middleton.

  


Pedra do mês de Outubro - Opala e Turmalina

Opala

 

A opala pode ser branca, incolor, azul-leitosa, cinza, vermelha, amarela, verde, castanha e preta, mas consegue, frequentemente, conjugar muitas dessas cores simultaneamente. Parafraseando alguém consegue conjugar “Do suave fogo do Rubi, do abastado roxo da Ametista e do verde-mar da Esmeralda”

 

É uma pedra maioritariamente existente e extraída da Austrália, facto pelo qual se tornou um dos símbolos desse país. Demora, por incrível que pareça, quase 60 milhões de anos para se formar, situação que aumenta ainda mais seu valor e apreço.

 

Em tempos antigos foi dada como atribuindo o poder da invisibilidade a quem a usasse, o que a levou a ser utilizada como amuleto que permitiria afastar os espíritos do mal. Pressupõe-se que desta ligação surgiria o boato de estar associada a má sorte, especulando-se também que, muito certamente, pelos "lançadores de feitiços e macumbas", que nela veriam contrariadas muitas das suas intenções.

 

É tida como uma pedra com um grande valor espiritual e que brilha com energia extraordinária e positiva, sendo um transmissor de felicidade, inocência, esperança e protegendo o seu portador contra impurezas e problemas de saúde. É defendido também que a sua energia é passível de auxiliar na visão 

 

Turmalina

 

As Turmalinas são pedras preciosas que se apresentam com uma incomparável variedade de cores. Apesar de de se destacarem mais as cores verde, vermelha, azul, amarela, negra e até incolor, existem turmalinas de vermelho ao azul e de verde ao amarelo e frequentemente têm duas ou mais cores. Muitas alteram as suas cores quando expostas à luz artificial, à luz do dia ou até dependendo do ângulo em que a olhe e a luz lhe incida. Por esta razão se defende, com muita propriedade, que não existem duas turmalinas exactamente iguais.

 

De acordo com uma velha lenda egípcia, na sua longa viagem desde o centro da Terra até à superfície terá passado por mais de um arco-íris e, ao fazê-lo, assumiu todas as suas cores. Por isso mesmo muitos ainda a ela se referem como sendo a “pedra preciosa do arco-íris”. 

 

Pelas suas propriedades acaba por ser uma gema que agrada a todos os gostos e que desde a antiguidade lhe tenham sido atribuídos poderes mágicos. É considerada como a pedra preciosa do amor e da amizade, e acredita-se que os torne firme e duradouros.

 

 


Pedra do mês de Novembro - Topázio e Citrino

Citrino

 

O nome  Citrino tem origem grega, sendo seu significado " pedra-limão". Também é conhecido pelo nome de quartzo citrino, sendo considerada, tecnicamente, uma variedade de quartzo de cor amarela, laranja, excepcionalmente vermelha.  

 

Considerado  um grande equilibrador emocional, é dado como detendo propriedades capazes de ajudar o seu utilizador a alcançar a realização pessoal e a plenitude, contribuindo para uma posição coerente e sincera diante da vida. Combate a falta de iniciativa e incute uma maior clareza de pensamento e determinação na tomada de posição sobre as melhores escolhas e atitudes no sentido de se conseguir realizar os seus sonhos e projectos.

 

Fisicamente é considerada também a pedra da alimentação e do aparelho digestivo. Combate a intoxicação, a prisão de ventre e o diabetes, regulariza o funcionamento das glândulas endócrinas e estimula o sistema físico. Ajuda a definir qual o nosso índice de satisfação fazendo com que, nesse estado, ocupemos o espaço que nos pertence, e dentro do qual devemos existir.  A nível emocional, alivia a depressão e o stress.  

 

Topázio

É uma pedra muito usada e apreciada em jóias e muito comum no Brasil, na região de Minas Gerais, local onde aparecem muito em rochas de granito e em depósitos de quartzo mineral de onde têm saído alguns dos mais belos exemplares. Pode ser encontrado em diversas cores, inclusive de forma incolor, o que é muito raro, pois, geralmente, há impurezas dentro da pedra que lhe conferem coloração, daí serem mais comuns a cor amarelo claro (talvez a mais conhecida), mas também a cor de vinho, cinza, verde ou azul. Quando aquecido, o topázio amarelo torna-se frequentemente rosa-avermelhado.

 

Com seu nome derivado de uma ilha no Mar Mediterrâneo, o Topázio é, hoje, considerado uma pedra semi-preciosa. Na religião hindu o seu nome significa “fogo”, pois a pedra é considerada uma excelente energizadora e desintoxicadora do corpo, com capacidade de ajudar à regeneração dos tecidos e fortalecendo os órgãos e glândulas, em especial, o fígado e a circulação sanguínea. É lhe atribuída a virtude de trazer equilíbrio emocional ao portador eliminando o nervosismo e o stress, inspirando a criatividade e capacidade de expressão, ajudando a combater as insónias ajudando na regeneração espiritual e capaz de proporcionar uma sensação de alegria e bem estar.

 

Sendo considerada, desde a antiguidade, uma pedra com o poder de aumentar a força, atribuíam-se-lhe também poderes de dissipar encantamentos e proteger do mau olhado e falsos amigos.

 


Pedra do mês de Dezembro - Turquesa, Tanzanita e Zircão

Tanzanita

 

A Tanzanita é uma pedra extraordinária que só ocorre num único lugar do mundo a Tanzânia. De umtom de azul único, apresenta delicados pontos púrpura. Descoberta apenas em 1967 foi logo baptizada de " a pedra preciosa do século XX", devido não só à sua beleza  como também ao entusiasmo dos especialistas. Tem uma particularidade própria que lhe permite, dependendo do ângulo de que a olhamos, pode parecer azul, roxa ou até um castanho amarelado. Infelizmente, devido à sua exploração desenfreada e por ser encontrada apenas em um único lugar do mundo, está ameaçada de extinção.  

 

Portadoras de uma alta energia vibracional são-lhe atribuídas as propriedades de calmante da mente hiperativa capazes de  transmitir ao seu portador um efeito relaxante, conferindo equilíbrio, melhorando as habilidades psíquicas, o humor e trazendo sentimentos de paz. 

Dada como beneficiadora da positividade em toda a mente, confere confiança a quem a usa, libertando hábitos negativos, transformando impulsos destrutivos em construtivos, tornando as pessoas menos exigentes beneficiando a sorte e fortuna.

 

A nível corporal são-lhe atribuídas capacidades de fortalecer o sistema imunológico, regenerar as células, fortalecer o coração, baço, pâncreas, pulmões, cabeça, garganta e peito. Neutraliza a acidez e reduz inflamações. Estimula a fertilidade e cura doenças dos ovários e testículos. 

 

Turquesa

 

Encontrada desde o azul ao verde, a Turquesa o nome vem da primeira localidade em que foi encontrada: a Turquia.

 

Acredita-se que tem o poder de absorver do portador os sentimentos ruins e que pode mudar de cor de acordo com a situação. Protege contra o mal e atrai bons espíritos atraindo a felicidade e a boa sorte. Além disso, são-lhe atribuídos grandes poderes de cura entre os quais se contam a regeneração dos tecidos, a facilitação da assimilação de nutrientes e complicações do estômago, alivia a poluição e as infecções virais, combate a formação das cataratas, reduz o excesso de acidez do corpo (nomeadamente a gota) e combate problemas do estômago. Possui, para além disso, propriedades anti inflamatórias e desintoxicantes.

 

Zircão

 

O Zircão é encontrado nas cores amarelo, verde, azul, violeta, marrom, vermelho, laranja e rosa. Considerada como pedra que suporta mal os choques e fortes pressões, possui um brilho vivo e intenso. São encontrados, especialmente em depósitos aluviais, em cristais rolados, na Birmânia, no Camboja, no Sri Lanka, na Tailândia, no Brasil, na Australia, na Coreia, em Madagascar, no Moçambique, na Nigéria, na Tanzânia, no Vietnã… e também em França, o veio do riou Pezzouliou, na Haute-Loire, perto do Puy-en-Velay. Pelas suas particularidades e variedade de cores foi e é frequentemente confundido com outras pedras como as turmalinas e os diamantes.

 

Antigamente, o Zircão era utilizado para protecção contra roubos, relâmpagos, lesões corporais e doenças em geral. Espiritualmente é dado como uma pedra harmonizadora, ajudando a promover o discernimento psicológico, favorecendo o pensamento claro e ajudando a separar o que é importante do que não é. Emocionalmente, o Zircão ensina a lealdade, daí ser conhecida como pedra da virtude. É dada como benéfica para sinergia, ciática, caimbras, depressão, ossos, músculos, vertigem, fígado e irregularidades menstruais.